sábado, 14 de outubro de 2017

Incômodo pessoal

Cada vez mais incomodado com essa "sociedade virtual".

Como se lê, vê e ouve besteiras ultimamente...
E cada vez mais gente refém desses recursos que serviriam para "conectar!" as pessoas.

Em casa, acho que a solução será criar um grupo com mulher e filho. Talvez fique mais fácil a comunicação.

sábado, 26 de agosto de 2017

A volta dos que (nunca) foram

A cidade de Sucupira (ou Saracupira, com diz um amigo) voltou a sorrir.

Depois de fatídicos quatro anos de desadministração de D. Formiga, Sucupira voltou a ter um governante à altura.
E disse ao que veio logo nos primeiros meses: acabou com o programa Passageiro Cidadão, não deu reajuste pro servidor (como a outra já fazia em menor escala), fechou e/ou aglutinou escolas de EJA durante o período letivo, reduziu grade escolar. E estamos nos primeiros oito meses.

Maaaaaaas, o salário está em dia.
E isso basta, não é? NÃO, NÃO BASTA!

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Sair do Brasil

Cada vez mais clara essa minha vontade.
Faltam uns cinco anos para a aposentadoria, se deixarem.

Tendo isso posto, a ideia é pegar a companheira (se ainda tiver uma até lá) e filho e fugir dessa terra sem vulcão, sem tornados, sem tsunamis e SEM NADA.

Estou sendo muito injusto. Tem sim: violência urbana e no campo, corrupção generalizada (sim, não são "só" os políticos) e todo o restante do senso comum. Como já não tenho mais esperança de alguma melhora, nem no curto, nem no médio, nem no longo prazo, CANSEI de esperar por sei lá o que.

Partirei! E o caminho está me levando à Portugal, se não fecharem as fronteiras para brasileiros até lá.

Depois eu falo mais sobre isso.
Inté!

Comecei de novo...

Estou mesmo parecendo Dorival Caymi, que anunciou sua aposentadoria umas trinta vezes.
Mas, vou continuar por mais um tempo.

Tem um hiato desde a última "desistência" menor do que as anteriores. Se é bom sinal, não sei.

Há muito o que escrever para mim mesmo, na forma de terapia da catarse.

Então, eu vou.

Passei por duas depressões, uma grave que durou dois anos; outra menor, de seis meses. Acho que saí, sei lá. O estado de humor não é dos melhores, mas vida que segue.

São muitas coisas a contar e vou fazer aos poucos esse flashback. Vou "selecionando" e postando quando der...

Nesse mundo conectado agora por outras mídias mais rápidas e acessíveis, sei que escreverei para ninguém. E a intenção é essa. É pra mim.

Bom retorno, pra eu!

sábado, 2 de abril de 2016

O Show dos Horrores já começou!

Repararam como o festival de defensores do funcionalismo público municipal de Sucupira não para de aumentar?

É vereador, é pré-candidato a vereador, é pré-pré-candidato de si próprio, ops, vereador, e por aí vai.

Pior de tudo: é que tem gente que ainda vai na onda desses cidadãos-cidadãs (maus cidadãos-cidadãs, diga-se de passagem).

É tanta gente se oferecendo pra defender professor, médico, berçarista, motorista,... que é um espanto.

Quero ver é quando esse povo se eleger e estiver na base do governo, qual será o discurso que eles irão usar para enrolar os que estão doidos para ser enrolados.

Tô de olho!!!!!!!!

terça-feira, 29 de março de 2016

DIVIDIR PARA GOVERNAR

Estamos vivendo em Sucupira uma "revolta" do funcionalismo municipal em relação ao seu sindicato. Tudo por conta do pífio reajuste anual de 4%, APROVADO EM ASSEMBLEIA, além da mudança de referência de apenas cinco (ou seis, sei lá) categorias.

O que o povo tá esquecendo é que as categorias que foram à assembleia na última quarta-feira, dia 23 de março, foram porque SABIAM que seria para votar algo de seu interesse. Como eles ficaram sabendo, não me pergunte.

Mas, se me perguntar, eu digo que foram avisados pelo executivo municipal, da forma mais "estranha" que um gestor pode fazer: usando seus cargos de confiança (gerentes, chefes, secretários ou coisa que o valha) para adiantar a benesse aos seus comandados. É a velha fórmula do "dividir para governar", tão usada por estas bandas. Inclusive, já ocorreram outras vezes, só para lembrar àqueles de memória fraca.

E, como dizia minha avó, farinha pouca, meu pirão primeiro.

Aprovaram porque estavam sendo beneficiados. Em nenhum momento se pensou em "consciência de classe", até porque isso anda meio fora de moda ultimamente.

A consequência disso é que os que não foram à assembleia, seja por qual motivo for, se revoltaram com o resultado e começou a "revolução de zapzap". O magistério, sempre presente nas assembleias, sumiu em 2016 e, com esse sumiço, abriu-se a brecha para aprovarem coisas que não nos contemplavam (sim, eu sou do magistério).

Em nenhum momento vi "golpe do sindicato". Vi golpe do executivo municipal. E vi OMISSÃO dos funcionários que ficaram entusiasmados com o ponto facultativo dado (na quinta-feira), véspera da assembleia.
Resultado: a tese do "dividir" deu certo mais uma vez e a dona do formigueiro deve estar rindo até hoje da "inocência" do funcionalismo.

Culpar o sindicato é mole (não sou defensor dele, até porque tem membros da diretoria que não inspiram nem um pouco de confiança). Quero ver é fazer uma autocrítica e perceber que "vacilamos" e delegamos a outro o que era direito nosso (eu incluído).

E agora, viveremos num mar de chororô e revolta até a próxima encarnação.

E pra não dizerem que a postagem isenta a diretoria do sindicato, eu digo que eles foram, no mínimo, muito inexperientes ao colocar em votação o índice de 4% no dia da assembleia. Em toda negociação salarial, nós pedimos, o governo faz uma contraproposta e nós apresentamos uma contracontraproposta. Só não houve isso quando o governo não arredou o pé do ZERO, como no ano passado. Dessa vez, o governo apresentou, de cara, os 4%. Era de onde deveria INICIAR a negociação, e não encerrá-la. Mas,...


Parabéns, Formiga!
Parabéns aos que foram votar por interesse próprio.
Parabéns para os que não foram votar, delegando seu direito a outros.

GOVERNO DE SUCUPIRA 7 x 1 FUNCIONALISMO PÚBLICO MUNICIPAL

sábado, 26 de março de 2016

O duro é ver que nada melhorou na minha ausência

Acho que até piorou, se é que seria possível.

Toda minha esperança com um novo governo municipal, depois de 12 anos de FJ/TJ, se foi em menos de um ano de D. Formiga.

As práticas, que já me pareceram estranhas na época de campanha, com esse "alianção" de trocentos partidos, dava o tom que eu não quis acreditar: tudo pela governabilidade.

Em menos de um ano, o executivo municipal (com e minúsculo) mostrou ao que veio. Primeiro, com o discurso da herança maldita, que realmente houve, depois com a queda de arrecadação, depois com a crise na África Setentrional e por aí foi.

Não conseguiu gerir uma cidade do tamanho de Sucupira. Não conseguiu resolver problemas básicos de gestão. Não conseguiu ou não quis, fiquei na dúvida. Tenho dúvida, não: NÃO QUIS!

Manteve a estrutura dos cargos comissionados distribuídos proporcionalmente entre seus parceiros, mediante a quantidade de votos que o executivo "achava" que devia aos parceiros.

Colocou gente na educação, por exemplo, que nem em exercício de suas funções estava, sempre achando um jeitinho de não pisar onde estaria habilitada a estar: a sala de aula. Daí, vê-se o compromisso com seu trabalho.

E por aí foi...

Pontos positivos de todo esse tempo de ingovernança:
- o processo seletivo para contratação de professores, quebrando a lógica do QI (quem indicou), que valeu por todos os anos de governos J.

- a deflagração de um processo de consulta pública (a palavra "eleição" foi banida do vocabulário) para o cargo de direção das escolas (de forma atabalhoada, no meu pobre entender), que foi SABOTADO E MINADO pela dona do formigueiro.

- E SÓ!

Contra esse governo pesam o descaso com os servidores concursados, o deboche e a forma desrespeitosa de membros do primeiro escalão com a coisa pública, que devem achar que a ironia é a base de tudo.

Do lado de cá pesa também a nossa incompetência em lutar contra tudo isso. Mas, isso já é outra história.

Sei lá por onde eu recomeço...

Foram tantas coisas acontecendo nesses últimos anos que até estou com dificuldade de começar a escrever.
Acho que vou começar com minha experiência ocupando cargo de coordenador de uma determinada Secretaria de Educação.

Ou começo falando sobre a crise brasileira?
Ou pela crise sindical angrense?
Ou pela quantidade de cargos comissionados que eu tanto criticava em tempos passados e que continuaram em quantidade e qualidade?
Ou pela batalha Coxinhas versus Mortadelas?


Ih, deu banzo, de tanta coisa que eu tenho pra escrever...

O que me deixa mais tranquilo é que com o fim do Transparência Angra (RIP, my friend), todo mundo sumiu do blogger. Quando escrevia, nem tinham inventado o zapzap ainda. Na melhor das hipóteses, só havia MSN e torpedo (esse mundo cibernético é muito rápido).

Vou organizar meus pensamentos e assim que eu descobrir por onde começo, eu começo.

E como dizia um célebre ex-presidente impichado e atual parceiro da presidenta que está em vias de ser também, NÃO ME DEIXEM SÓ!

Voltando...

"O sol
Há de brilhar mais uma vez
A luz
Há de chegar aos corações
Do mal
Será queimada a semente

O amor
Será eterno novamente
É o Juízo Final, a história do bem e do mal
Quero ter olhos pra ver, a maldade desaparecer"


Com essa pérola de Nelson Cavaquinho, anuncio oficialmente a volta.
Depois de quase cinco anos fora do mundo blogosférico, necessito retornar. Nas redes sociais e WhatsApps não andam cabendo minhas opiniões.

E, como a intenção é somente extravasar, retorno por aqui.

Devagar, mas retorno.

terça-feira, 14 de junho de 2011

Agora é de vez

Usurpando os versos de Rita Lee, faço a última (de verdade) postagem deste blog.
Um abraço cordial a todos os que, pelo menos uma vez, leram o DS

Saúde - Rita Lee

Me cansei de lero-lero
Dá licença mas eu vou sair do sério
Quero mais saúde
Me cansei de escutar opiniões
De como ter um mundo melhor
Mas ninguém sai de cima
Nesse chove-não-molha
Só sei que agora
Eu vou é cuidar mais de mim!

Como vai, tudo bem?
Apesar, contudo, todavia, mas, porém
As águas vão rolar
Não vou chorar
Se por acaso morrer do coração
É sinal que amei demais

Mas enquanto estou vivo
Cheio de graça
Talvez ainda faça
Um monte de gente feliz!

Obrigado a todos e até algum dia.
Parabéns, Transparência Angra (o original) pela sua insistência/persistência em acreditar.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Rasparam o Bigode!

Tchau, Bigode!
Continue sua 'batalha' por Angra no Congresso, junto com FJ.

Nada a acrescentar

Caros amigos, peço que divulguem esse e-mail, para que a população do Rio de Janeiro e do Brasil saiba o que acontece, de verdade, em nosso Estado.
Grato,Robson Simas (Cel BM RRem)

CARTA ABERTA A POPULAÇÃO DO RIO DE JANEIRO
Povo Fluminense,
Os Bombeiros do Rio de Janeiro, profissionais trabalhadores, ordeiros e competentes, em respeito à população que sempre defenderam, por vezes com o sacrifício da própria vida, vem a público esclarecer o que tem ocorrido na Corporação e no Governo do Estado e o que levou companheiros e seus familiares a desafiarem os desmandos do Comandante Geral Cel Pedro Marco e do Governador Sérgio Cabral.

Como sabemos, o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro é uma corporação voltada para a preservação de vidas e proteção de bens da população do Estado do Rio de Janeiro.
Ao longo da sua existência, o CBMERJ sempre se pautou pela hierarquia e disciplina e também pela credibilidade de seus serviços, estando ao lado da população fluminense em todas as suas aflições e enfrentando com bravura as calamidades naturais que atingem o Estado. São inúmeras as vidas salvas e os bens preservados pelos profissionais do Corpo de Bombeiros, que a população chama carinhosamente de Heróis. Ao nos formarmos, juramos defender a população com o sacrifício da nossa própria vida e assim temos feito ao longo desses 155 anos de existência.
A Corporação recolhe cadáveres, combate os mosquitos da dengue, atua nas UPAS, guarnece o Sambódromo no carnaval e atua no Rock in Rio (sem remuneração extra, embora o evento seja cobrado ao público), além de exercer as suas funções de salvamentos e combate à incêndio, recebendo um dos PIORES SALÁRIOS pagos pela categoria no Brasil (tabela ao final).

O reequipamento da Corporação não é mérito do Governador, mas sim da população do Estado do Rio de Janeiro que paga a taxa de incêndio e que, ainda assim, não sabe que os recursos não são totalmente destinados à Corporação.
A ira do Sr. Sérgio Cabral com os Bombeiros vem de 2009, quando foi vaiado pela Corporação durante o lançamento da Campanha "Cultura Antidengue" no ginásio do Maracanãzinho e desde então tem discriminado os Bombeiros militares, sejam nas gratificações (usando seu poder de discricionariedade) seja nas condições de trabalho (vocês viram alguma homenagem aos heróis que morreram na calamidade da Região Serrana?)

Agora, a população do Estado do Rio de Janeiro, assiste a sua Corporação de heróis ser aviltada e achincalhada pelas atitudes ditatoriais do Governador Sérgio Cabral que culminou com os manifestantes adentrando o Quartel Central da Corporação, no ultimo dia 03, para serem ouvidos pelo seu Comandante Geral, que omisso, serviu de "pau mandado" do governador Sérgio Cabral e ignorou os clamores de sua tropa, nem comparecendo ao local.

O Governador Sérgio Cabral, adotando os melhores recursos da DITADURA, mandou o BOPE invadir com tiros e bombas o Quartel Central do Corpo de Bombeiros, ferindo militares honestos, mulheres e crianças indefesas. Atitude inadmissível em um Estado democrático de direito!
Porque o Comandante Geral do CBMERJ, Cel Pedro Marco, não tomou as medidas necessárias para a retirada de seus militares do pátio do Quartel Central? Estavam todos desarmados e com seus familiares. Não era necessário o uso da força e sim do diálogo. Os Bombeiros são pacíficos por natureza.

O Governador nunca gostou da Corporação. Nomeou para Secretário o ex-médico do CBMERJ Sérgio Côrtes, um homem que deixou a Corporação por não concordar com os baixos salários e a carga de trabalho excessiva e agora nada faz para ajudar a Corporação, apenas integra os desmandos administrativos e superfaturados do Governo do Estado na área da saúde.

Assistimos perplexos ao Comandante Geral da PMERJ usurpar o Comando do CBMERJ e se dirigir, dentro do quartel dos Bombeiros, à tropa de profissionais honestos como se bandidos fossem.
Nossos militares foram presos e conduzidos aos quartéis da PMERJ como criminosos apenas por reivindicar dignidade profissional!

Se nossos companheiros erraram ao ADENTRAR a SUA SEGUNDA MORADA, o Governador foi CRIMINOSO e DITATORIAL ao ordenar a invasão do Quartel Central dos Bombeiros pelo BOPE com uso de FORÇA, TIROS E BOMBAS, como se ali fosse uma antro de criminosos e não de profissionais que arriscam a sua vida pela população, CAUSANDO FERIMENTO EM MULHERES E CRIANÇAS e obrigando a nossos companheiros ao confronto.

AJUDEM AQUELES QUE SEMPRE O SOCORRERAM!!!
NUNCA DEIXAMOS DE ATENDER E SOCORRER A POPULAÇÃO!
MOSTRE A SUA INDIGNAÇÃO POR ESSE ATO VIOLENTO E DITATORIAL DO GOVERNADOR SERGIO CABRAL!!!
MOSTRE O SEU APOIO AOS BOMBEIROS!
ENVIEM ESSA CARTA PARA TODOS OS SEUS AMIGOS.
ACOMPANHEM E APOIEM O NOSSO MOVIMENTO PELO SITE
http://www.sosguardavidas.com

SALÁRIOS BRUTOS NO BRASIL:
1º - Brasília R$ 4.129.73
2º - Sergipe R$ 3.012.000
3º - Goiás R$ 2.722.000
4º - Mato Grosso do Sul R$ 2.176.000
5º - São Paulo R$ 2.170.000
6º - Paraná R$ 2.128,00 10
7º - Amapá R$ 2.070.000
8º - Minas Gerais R$ 2.041.00
9º - Maranhão R$ 2.037.39
10º -Bahia inicial R$ 1.927.00
11º - Alagoas R$ 1.818.56
12º - Rio Grande do Norte R$ 1.815.00
13º - Espírito Santo R$ 1.801.14
14º - Mato Grosso R$ 1.779.00
15º - Santa Catarina R$ 1.600.00
16º - Tocantins R$ 1.572.00
17º - Amazonas R$ 1.546.00
18º - Ceará R$ 1.529,00
19º - Roraima R$ 1.526.91
20º - Piauí R$ 1.372.00
21º - Pernambuco R$ 1.331.00
22º - Acre R$ 1.299.81
23º - Paraíba R$ 1.297.88
24º - Rondônia R$ 1.251.00
25º - Pará R$ 1.215,00
26º - Rio Grande do Sul R$ 1.172.00
27º - Rio de Janeiro R$ 1.031,38 (SEM VALE TRANSPORTE)

O RIO DE JANEIRO é o Estado que mais recebe investimentos no Brasil, é o 2º que mais arrecada impostos.
Pretende sediar o Rock in Rio, as Olimpíadas militares, a Copa do Mundo em 2014 e as Olimpíadas em 2016.
Há algo de errado e podre no Governo do Exmo Sr Governador Sérgio Cabral Filho!!!

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Como é que é?

Tardiamente, estou postando o comentário de um leitor em postagem anterior.

"Anônimo disse...
Leandro Silva estava com um projeto nas escolas (muito legal por sinal), mas ele passou para o outro lado. Neusa Fonseca ligou para todas as escolas e disse que estava terminantemente proibida a saída das crianças das escolas para apreciarem o tal projeto. Como a política é suja !!! E isso é pra gente ver o nível das pessoas que estão a frente da Secretaria de Educação. Por conta de pendenga política, as crianças é que se ferram.
4 de junho de 2011 14:13"

Deixa ver se eu entendi, porque estou meio lento ultimamente.
Existe um projeto do LS que era aceito nas escolas municipais e, quando ele ensaiou deixar de ser 'aliado', o tal projeto foi 'proibido'. É isso?

Então, eu suponho que, se alguém desenvolve um belo projeto (para mim, não é o caso do LS) e, por ironia do destino, esse alguém não pertence às bases aliadas, o tal projeto é descartado?
É assim que se pensa educação e cidadania neste desguverno?Itálico
Esse desguverno é tão atuante que não precisa de parcerias?
É ético barrar iniciativas educacionais só porque a pessoa não balança a cabeça para tudo o que faço?

AOS AMIGOS, TUDO.
AOS INIMIGOS, A LEI.

Insistir no mesmo erro é burrice!

Do canal de notícias do Yahoo:

"(...) No discurso de despedida do cargo de ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci enfatizou que, durante todo o tempo, trabalhou na mais estrita legalidade".

Viram como 'cara-de-pau' não é uma prerrogativa angrense?

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Só não contaram para mim

E vocês nem me falam, né?!

Estava estranhando tanto 'Leandro Silva' nas manchetes da semana e agora é que me contaram. O Verborrágico Vereador tem tudo para ser vice da chapa de oposição que, ao que tudo indica, será encabeçada por Conceição Rabha. Ou seja, LS deixa o partido da Vilma e se filia ao .........
Dou um doce para quem completar a frase acima corretamente.

Agora eu estou entendendo a preocupação de pessoas do governo TJ que estão afirmando que ele não se reelege. Para mim não fazia sentido e não sabia de onde tiraram essa conclusão. Mas, realmente, ficou difícil. A 'base' se desfazendo, os conchavos dentro e fora do governo se mostram mais claros e, não havendo COMPRA de candidatura (cuidado PDT), o negócio não vai ser tão fácil.
É claro que ainda tem muita água para passar debaixo da ponte e em Angra as coisas mudam muito rapidamente.
Mas, que vai ser 'bonito' ver petistas batendo palmas para o ex-baba-ovo, isso vai.
E já começou: alguém aí viu a reprise da moção de aplausos do ministro Bigode? Vejam e se deliciem.
Foi o que eu disse no meu retorno: COMO SÃO AS PESSOAS, SÃO AS CRIATURAS. (acho que isso vai passar a ser o meu bordão)

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Ridicularidade

Falta bom senso, semancol ou tudo junto e misturado?

O que é aquele vereador comunista - desde criancinha - ostentando uma boina (que ele diz ser do Mao Tsé-Tung) em plena sessão do dia 31 de maio?

Se ninguém falou para ele, eu vou dizer:
- Você é RÍDICULO! Pare de gastar o MEU DINHEIRO fazendo palhaçadas na televisão!!!!!!!!!! Se você se acha humorista, vá participar de algum programa que o ature, com suas gracinhas sem graça.

Numa Câmara decente, esse cidadão já teria sido devidamente enquadrado por essa e por outras do mesmo quilate de idiotice.

Mas, quem disse que a nossa é?

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Novidades?!

Durante o tempo em que fiquei sem postar, acompanhei o que aconteceu por aqui através do 'mundo bloguístico'. Acabei de gastar minha memória relembrando algumas coisas desse período.

No final do ano passado, o MP (ou coisa que o valha) sentou com a Câmara e assinaram, de comum acordo, um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). Esse tal termo previa trocentas ações que a CMAR deveria tomar para 'entrar nos eixos', senão...

No início de 2011, assume a presidência da Prisão um vereador que entre seus primeiros atos foi nomear a esposa para a recém-criada Secretaria de Gabinete da Presidência, ou seja, dele.

Entre seus primeiros atos (não oficiais), também, cooptou a já 'sem sal' oposição angrense e alguns blogueiros para junto de si, afagando seus egos e oferecendo alguma coisa, é claro.

No plenário, vimos a aproximação de Lia e Vilma, quase transformando as duas em amigas íntimas. Vilma é aquela que deveria estar presa e não está.

Enquanto isso, na Prefeitura, as licitações continuam sendo ganhas pelas mesmas empresas, os cargos continuam sendo distribuídos a rodo e de qualquer maneira e o nepotismo foi disfarçado através da criação de cargos sem gratificação (em tese).


Realmente, as coisas mudaram drasticamente nesses últimos seis meses...

terça-feira, 31 de maio de 2011

Você sabem?

O que aconteceu com o concurso público para suprir cargos na CMAR e acabar com o trem da alegria?

Dou um doce para saber a verdade verdadeira.
Nada de estudo para mudança do Regimento Interno e da LO. Nada de "estamos cumprindo" o cronograma acordado com o MP.

Eu quero a verdade verdadeira!

Tradução de uma foto

Lembram-se da foto ridícula daquele monte de patetas levantando o dedo indicador para "comemorar" a passagem de ônibus a um real?


Abaixo está a intenção do que eles queriam desejar para nós:

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Como são as pessoas, são as criaturas

Voltei e continuo esperando uma proposta para virar camaleão também.
Se precisar que o blog não seja anônimo, não é problema. Estamos aí, para o que der e vier.